Personalizados
Personalizados
maragogi propagandas
NCN

Defesa Civil avalia decretar situação de emergência em Maceió por causa da chuva

Por Naldo Cerqueira em 16/04/2021 às 19:31:54
Decisão está sendo analisada em conjunto com a Defesa Civil estadual. Várias encostas na capital apresentam alto grau de instabilidade. Coordenador estadual da Defesa Civil comenta situação de regiões afetadas por chuvas

A Secretaria Adjunta Especial de Defesa Civil de Maceió avalia a possibilidade de decretar situação de emergência na capital por causa da chuva forte que atinge a cidade há três dias. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (16) pelo coordenador da Defesa Civil de Maceió, Abelardo Nobre.

Previsão para o fim de semana é de poucas chuvas em Maceió

VÍDEOS: chuva forte causa alagamentos na capital alagoana

Ele disse que a decisão está sendo analisada em conjunto com a Defesa Civil estadual. Após uma reunião nesta quinta (15), as equipes constataram que há encostas apresentando um alto grau de instabilidade. No momento, a capital alagoana continua em estado de alerta máximo após registrar grande volume de água em um período curto de tempo.

“A cidade continua com várias barreiras com alto grau de instabilidade. É muita chuva em pouco espaço de tempo. E ainda estamos na metade do mês”, disse o coordenador do órgão.

O decreto de estado de emergência garante ao município o recebimento de recursos federais para reconstruir as áreas atingidas pela chuva.

A média acumulada atingiu um volume de 373 mm, quando o esperado para o mês de abril era 207 mm. A quantidade de chuvas foi 80% acima do esperado, segundo a Defesa Civil. A média de água acumulada nas encostas chega a 400mm. Na Grota da Alegria, no Benedito Bentes, um deslizamento atingiu duas casas.

Municípios estão sendo monitorados

O tenente-coronel Moisés Melo, coordenador da Defesa Civil de Alagoas, informou que mesmo com o registro de alagamentos em vários municípios alagoanos, os rios que cortam o estado não correm risco de transbordamento e estão sendo monitorados.

“Acompanhamos todas as chuvas que caem principalmente no sul do estado de Pernambuco, porque essas águas desaguam aqui através dos rios Ipanema, Vale do Paraíba e Vale do Mundaú. Os rios estão dentro das calhas sem haver elevação. Mantivemos o alerta para os municípios pelo solo estar saturado. Não temos riscos”, disse ele.

Abrigos para famílias desalojadas

A Prefeitura de Maceió designou três escolas municipais para servirem como abrigos para famílias desalojadas por causa da chuva.

As escolas Maria José Carrascosa, no Poço; Frei Damião, no Benedito Bentes e Kátia Assunção, no Jacintinho estão recebendo famílias atingidas pelas chuvas dessas regiões, fazendo o acolhimento temporário das famílias desabrigadas.

A Casa de Ranquines, entidade da Igreja Católica, também está recebendo pessoas desalojadas.

Prefeitura reforça ações voltadas para desabrigados e infraestrutura em Maceió

VÍDEOS: chuva forte provoca alagamentos em Alagoas

Veja mais notícias da região no G1 Alagoas

Fonte: G1AL

Comunicar erro
LOTERIA MARAGOGI

Comentários

Personalizados