loteria

Casal confessou o crime e alegou legítima defesa; corpo permaneceu dentro de eletrodoméstico por 5 dias

Por Naldo Cerqueira em 07/03/2024 às 10:00:43

Em entrevista nessa quarta-feira (6), o delegado Thiago Prado, apontou semelhanças entre a morte de Flávia Carneiro e o Caso Richthofen. Flávia foi assassinada pelo genro, Leandro dos Santos, de 22 anos, e pela própria filha, de apenas 13. Ela ainda teve o corpo colocado em uma geladeira.

Segundo a polícia, a mãe não aceitava o relacionamento da filha com o jovem, já que, além da diferença de idade, ele não trabalhava e era usuário de drogas, conforme apontado por familiares. Os dois mantiveram um relacionamento por cerca de 5 meses, marcado por desentendimentos com a mãe da adolescente.

Na última sexta-feira (1º), ocorreu uma briga entre eles, que resultou na morte de Flávia. Sua filha a imobilizou, enquanto Leandro desferiu golpes de faca. Segundo a polícia, ela foi esfaqueada mais de 20 vezes.

Após o crime, o corpo da vítima foi colocado em uma geladeira, onde permaneceu por 5 dias. O pai de Leandro ajudou no descarte do corpo, contratando um frete para descartá-lo em zona de mata. Ele deve responder por ocultação de cadáver.

Fonte: gazetaweb.

Comunicar erro

Comentários