loteria

Onda de calor: 12 capitais devem ter temperaturas acima de 35ºC neste domingo

.

Por Naldo Cerqueira em 23/09/2023 às 21:08:09
Em Cuiabá, os termômetros podem bater 42ºC. Inmet ampliou o alerta de 'grande perigo' por causa das temperaturas acima da média para 11 estados e o Distrito Federal. Onda de calor: Domingo (24) deve ser bem quente de Norte a Sul do Brasil

Doze capitais devem ter temperaturas acima de 35ºC neste domingo (24), segundo dia da primavera no Brasil. Em Cuiabá, a temperatura pode bater 42ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) . Já em Campo Grande e em Palmas, os termômetros podem marcar 39ºC (veja previsão para cada capital abaixo).

A onda de calor atípico começou na segunda-feira (17), últimos dias de inverno. O aumento da intensidade da onda de calor que tem resultado em temperaturas acima da média para 11 estados e o Distrito Federal fez o Inmet ampliar o alerta de "grande perigo".

De modo geral, um alerta vermelho, segundo o instituto, é emitido quando é esperado um fenômeno meteorológico de "intensidade excepcional, com grande probabilidade de ocorrência de grandes danos e acidentes, com riscos para a integridade física ou mesmo à vida humana". O alerta é válido até as 18h de terça (26).

Bloqueio, bolha ou cúpula: como evento agravado pelo El Niño e pela Crise do Clima causa onda de calor

Veja as temperaturas previstas nas capitais para este domingo (24), segundo o Inmet:

Sul

Porto Alegre será a única capital com temperaturas abaixo da média para este domingo. A máxima será de 21°C, com chuva e alerta para transtornos, como vento forte e inundações.

???? Conforme informações da Climatempo Meteorologia, isso ocorre devido a um bloqueio atmosférico, que irá passar dias nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste. A frente fria que está sobre o RS não consegue se mover para essas regiões.

Porto Alegre: mín. 17°C/máx. 21°C;

Florianópolis: mín. 20°C/máx. 32°C;

Curitiba: mín. 19°C/máx. 33°C.

Alerta vermelho calor extremo

Reprodução

Sudeste

A região Sudeste terá calorão em todas as capitais. No Rio de Janeiro, os termômetros devem atingir 38°C, uma das máximas mais altas previstas no país.

O restante das capitais terão poucas nuvens e sem previsão de chuva.

Belo Horizonte: mín. 19°C/máx. 35°C;

Rio de Janeiro: mín. 22°C/máx. 38°C;

São Paulo: mín. 20°C/máx. 35°C;

Vitória: mín. 22°C/máx. 33°C.

Centro-Oeste

A região do Centro-Oeste deve ser uma das mais afetadas pela onda de calor. O Inmet afirma temperaturas que podem chegar a 42°C em Cuiabá.

No geral, o tempo será de poucas nuvens com névoa seca. Não há previsão de chuva.

Brasília: mín. 20°C/máx. 34°C;

Campo Grande: mín. 26°C/máx. 39°C;

Cuiabá: mín. 28°C/máx. 42°C

Goiânia: mín. 22°C/máx. 38°C.

Nordeste

João Pessoa, Maceió, Recife e Salvador devem ter muitas nuvens e possibilidade de chuvas isoladas. Todas essas capitais ultrapassam os 30°C.

A capital mais quente do Nordeste será Teresina, com máxima de 38°C.

Aracaju: mín. 23°C/máx. 30°C;

Fortaleza: mín. 24°C/máx. 33°C;

João Pessoa: mín. 23°C/máx. 30°C;

Maceió: mín. 22°C/máx. 31°C;

Natal: mín. 23°C/máx. 30°C;

Recife: mín. 23°C/máx. 31°C;

Salvador: mín. 23°C/máx. 31°C ;

São Luís: mín. 25°C/máx. 33°C;

Teresina: mín. 23°C/máx. 38°C.

Norte

Palmas deve ser a capital mais quente da região norte neste domingo. As temperaturas devem atingir a marca dos 39°C.

Há previsão de chuvas e trovoadas isoladas para as capitais Boa Vista, Palmas, Rio Branco e Manaus.

Belém: mín. 24°C/máx. 34°C;

Boa Vista: mín. 26°C/máx. 38°C;

Macapá: mín. 25°C/máx. 34°C;

Manaus: mín. 25°C/máx. 35°C;

Palmas: mín. 24°C/máx. 39°C;

Porto Velho: mín. 24°C/máx. 37°C;

Rio Branco: mín. 23°C/máx. 37°C.

Áreas afetadas pela temperatura atípica

De acordo com a Climatempo, temperaturas iguais ou acima dos 40°C serão registradas, "por vários dias", em áreas como:

norte do Paraná;

oeste e norte de São Paulo;

oeste de Minas Gerais (incluindo o Triângulo Mineiro);

Mato Grosso;

Mato Grosso do Sul;

Goiás;

oeste da Bahia;

interior do Maranhão;

interior do Piauí;

Tocantins;

sul/leste do Pará; e

Rondônia.

"É preciso ter em mente que fazer 40°C em setembro no Centro-Oeste, Norte e interior do Nordeste é comum, não é nada demais. Mas, falar em 42°C, 43°C, 44°C, aí já é algo realmente especial, fora do comum", afirma nota da Climatempo.

A persistência da onda de calor em algumas regiões do Brasil também é destacada pela meteorologista Estael Sias, da MetSul: "O calor muito intenso vai ceder em algumas áreas já no começo da semana que vem, mas em outras deve persistir ao longo da próxima semana".

A persistência da onda de calor em algumas regiões do Brasil na próxima semana também é destacada pela meteorologista Estael Sias, da MetSul: "O calor muito intenso vai ceder em algumas áreas já no começo da semana que vem, mas em outras deve persistir ao longo da próxima semana".

Entenda a onda de calor que ganha força pelo Brasil
Comunicar erro

Comentários