loteria

Thiago Salva?tico aponta "homofobia" em decisão de juiz que não reconheceu sua união com Gugu

O chef de cozinha Thiago Salvático perdeu a ação na qual tentou provar que possuía uma união estável com o apresentador Gugu Liberato, que

Por Naldo Cerqueira em 17/01/2023 às 13:09:01

O chef de cozinha Thiago Salvático perdeu a ação na qual tentou provar que possuía uma união estável com o apresentador Gugu Liberato, que morreu em novembro de 2019 após sofrer um acidente doméstico nos Estados Unidos. Em entrevista à Jovem Pan, o chef disse que viveu um relacionamento de oito anos com o comunicador e que tem provas dde que eram um casal: “Gugu foi o grande amor da minha vida, era uma pessoa maravilhosa”. O processo tramitou no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e, na visão de Thiago, a decisão do juiz foi influenciada pelo fato de se tratar de um casal homoafetivo. “Protocolei o pedido e ele já extinguiu de cara”, comentou o chef, que acredita que o juiz deveria ter interrogado testemunhas antes de tomar uma decisão final. “Tenho certeza que o processo não teria sido extinto como foi, de cara, por um só juiz, sem sequer ouvir os envolvidos e testemunhas, se fosse um caso heterossexual. Então acredito que tenha havido homofobia, o que não poderia ser admissível em um tribunal nos dias de hoje. A decisão foi tão absurda que confio que logo o tribunal reverterá e poderemos ouvir todos do círculo do Gugu que sabiam do relacionamento.”

Para provar que possuía um relacionamento com Gugu, Thiago contou que anexou no processo as mensagens que eles trocavam, as fotos das viagens que fizeram juntos pelo mundo e provas de que possuíam uma conta conjunta de investimentos. “Eu tinha senhas, de cartões a do Instagram, que só nós dois tínhamos, nem assessoria tinha acesso. Nós compartilhávamos tudo, questões de vida, rotina, trabalho e familiares, diariamente. Se não estávamos juntos, nos comunicávamos via mensagens ligações diárias, então acaba sendo um volume grande de provas”, comentou. O juiz que analisou o caso concluiu que o relacionamento de Thiago e Gugu não se tratava de uma união estável, mas, sim, de uma amizade por não ser algo público. O chef discordou da decisão: “Como se para termos nossa união validada, Gugu precisaria ter anunciado aos quatro ventos a sua sexualidade”. Thiago ainda acrescentou: “Queria entender desse juiz, que disse que éramos só amigos, com quantos amigos ele tem conta? Quantos amigos têm a senha do Instagram? Quantos amigos têm as senhas dos cartões? Quantos amigos viajam juntos o mundo, sempre apenas os dois? Quantos amigos se falam diariamente trocando palavras de amor?”.

Por que Gugu escondia o relacionamento?

Apesar de rumores, Gugu nunca falou abertamente sobre sua sexualidade. Discreto, ele buscava deixar a vida privada longe dos holofotes. Thiago disse que o apresentador realmente tomava cuidado, pois não queria que a questão da sua sexualidade caísse na mídia. “Nossa relação já era pública para quem importava para o Gugu. Eu frequentava as casas e conhecia as pessoas próximas”, afirmou o chef. “O se assumir homossexual para o grande público traria muitos impactos na vida de uma pessoa como o Gugu, que apresentava programas para a família tradicional, tinha linha voltada ao público infantil e chegou a ser da Record, emissora religiosa. Os efeitos na figura pública, no personagem, na vida profissional do Gugu seria gigantesco, ele precisava manter aquela imagem que tinha enquanto apresentador de TV, enquanto figura pública amada pelo Brasil.” Como exemplo, ele citou o caso do palestrante Leandro Karnal, que recentemente assumiu que é casado com um cantor 32 anos mais jovem. “Assim que tornou público, certamente com o mesmo receio que o Gugu tinha, basta ver a enxurrada de comentários negativos e homofóbicos nas redes sociais dele.”

Contato com a família

A relação de Thiago com a família do apresentador se tornou conflituosa quando ele decidiu entrar na Justiça para comprovar a união estável. O mesmo acontece com Rose Miriam Di Matteo, mãe dos três filhos do comunicador – João Augusto, Marina e Sofia. Ela também tenta provar que possuía uma relação estável com o artista. Caso seja comprovado, ela passa a ter direito a 50% da herança, estimada em R$ 1 bilhão. No testamento deixado por Gugu, ele destinou 75% para os três filhos e 25% para os cinco sobrinhos. “No fatídico dia da morte do Gugu, eu estava em um apartamento dele no Brasil. Ele tinha ido de última hora resolver uma coisa com os filhos na Flórida e na sequência iríamos viajar. Como só eu tinha a senha do Instagram do Gugu, passei para a família para que eles assumissem após a morte. Chegamos a ter poucos contatos após o falecimento, mas desde que entrei com o processo não tivemos mais”, finalizou Thiago.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro

Comentários