Personalizados

Segunda etapa do Enem 2022 terá operação para reforçar segurança

A segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) contará com a atuação das forças de segurança...

Por Naldo Cerqueira em 19/11/2022 às 16:38:21

Logo Agência Brasil

A segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) contará com a atuação das forças de segurança pública federais em todo o país. As provas serão realizadas neste domingo (20). Na primeira etapa do Enem 2022 houve 57 ocorrências policiais, 32 prisões e 20 incidentes, e foram realizadas 1.822 escoltas de malotes de provas.

A operação envolve a participação integrada dos órgãos responsáveis pela realização, logística, transporte e segurança das provas, como o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Consórcio Aplicador; e das instituições de segurança pública a quem cabe o policiamento dos locais de prova, do transporte e guarda dos exames, a investigação de possíveis fraudes e o patrulhamento das vias de acesso às escolas, entre outros pontos.

Notícias relacionadas:

Entre as instituições envolvidas estão a Polícia Federal (PF), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Ministério da Defesa (MD), a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), as Secretarias de Segurança Pública - Polícias Militar e Civil, Corpos de Bombeiros Militares, Defesa Civil e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e as Guardas Municipais, além de concessionárias de energia, água e telefonia.

Como será

A Operação Enem 2022 abrange a aplicação de provas dos dias 13 e 20 de novembro, além da que ocorre nos dias 10 e 11 de janeiro de 2023, para os candidatos privados de liberdade (PPL) e para aqueles que, por algum motivo justificável, não puderem realizar as provas nas datas oficiais ou possuem decisão judicial para reaplicação do exame.

Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Operação Enem 2022 envolve a atuação integrada de aproximadamente 70 mil profissionais dos órgãos e agências participantes nos 26 estados e no Distrito Federal. Aproximadamente 7,7 mil viaturas das forças de segurança pública são empregadas na operação.

O trabalho é monitorado em tempo real pelo Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), do Ministério da Justiça, em Brasília. Nos estados, o monitoramento é feito dos Centros Integrados de Comando e Controle Estaduais (Cicces) ou de estruturas similares.

Participação

Dados preliminares do Inep indicam a participação de 2.490.880 no primeiro dia de aplicação do exame, no dia 13 de novembro. O número corresponde a 73,3% dos cerca de 3,4 milhões de inscritos nas duas versões (impressa e digital). Entre os presentes, 2.458.504 realizaram as provas em papel, e 32.376 em computador.

Os participantes fizeram provas de linguagem, códigos e suas tecnologias, e ciências humanas e suas tecnologias, além da redação com o tema "Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil". Neste domingo, será a vez dos candidatos resolverem questões de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias. O Inep divulgará os gabaritos até o dia 23 deste mês, conforme previsto em edital.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
LOTERIA MARAGOGI

Comentários

Personalizados