Estacio
Personalizados
Personalizados

Justiça holandesa define data para anunciar se processo de moradores de Maceió contra Braskem será julgado no país

Por Naldo Cerqueira em 17/05/2022 às 22:54:22
Decisão deve ser anunciada em setembro. Audiência durou quatro horas; três moradores foram ouvidos pelo Tribunal Distrital de Roterdã. Rachaduras no solo afetaram estrutura dos imóveis no bairro do Pinheiro, em Maceió

Waldson Costa/G1

O Tribunal Distrital de Roterdã, na Holanda, deve anunciar no dia 21 de setembro se a ação contra a Braskem, movida por moradores das áreas afetadas pelas rachaduras, em Maceió, será ou não julgada no país.

Compartilhe no WhatsApp

Compartilhes no Telegram

Um grupo de moradores ajuizou, em 2020, uma ação na Holanda pedindo indenizações integrais dos imóveis condenados após o processo de afundamento de solo. Eles alegaram que levar o caso para ser julgado em outro país "é um caminho para se obter justiça, já que, no Brasil, a empresa não ofereceu compensações adequadas pelos danos sofridos".

Leia mais:

Entenda a formação dos bairros fantasmas

Veja o antes e depois dos bairros afetados pela mineração

Relembre os principais pontos da tragédia urbana

Os moradores viajaram para Roterdã onde acompanharam o trâmite jurídico. A audiência aconteceu no começo da manhã desta terça-feira (17) e durou quatro horas e meia. Três moradores foram ouvidos pelos juízes do Tribunal Distrital de Roterdã.

“Hoje foi possível argumentar e apresentar nossos pontos para a Corte. Já temos uma data para a decisão e estamos extremamente confiantes”, afirma Pedro Martins, advogado sócio do PGMBM. A brasileira Braskem S.A. é uma das quatro rés do processo, junto a três subsidiárias do grupo sediadas na Holanda.

A Braskem informou que a empresa vem acompanhando o processo e tem apresentado suas manifestações nos autos.

Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL

Veja mais notícias da região no g1 AL
Comunicar erro
LOTERIA MARAGOGI
Estacio

Comentários

Personalizados