Personalizados
Personalizados
maragogi propagandas
NCN
PROPAGANDA NALDO
Portal de Japaratinga

Pesquisadores dizem que Alagoas não tem segurança sanitária para aglomerações de fim de ano e carnaval

Por Naldo Cerqueira em 03/12/2021 às 17:23:01
Comitê Científico recomendou a proibição de festas de réveillon e de carnaval em todos os nove estados do Nordeste. Prefeitura cancelou tradicional comemoração de réveillon na orla de Maceió por causa da pandemia em 2021, mas vai manter em 2022

Átila Vieira/ Secom Maceió

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste recomendou, no boletim desta sexta-feira (3), a proibição de festas de réveillon e de carnaval em todos os nove estados da região. Além disso, o documento destaca que não há segurança sanitária para aglomerações de fim de ano e carnaval em Alagoas.

De acordo com os pesquisadores, em Alagoas, "ainda não existe segurança sanitária para quaisquer atividades presenciais sem protocolos de distanciamento, proteção e testagem, principalmente, em grandes aglomerações como as de final de ano e carnaval", mesmo com redução de mortes e casos de Covid-19.

Maceió é a única capital do Nordeste que anunciou que vai manter a festa pública de réveillon, contrariando uma recomendação do Ministério Público para que não haja festa. A justificativa da prefeitura é de que há redução de casos e mortes de Covid e o avanço da vacinação.

LEIA TAMBÉM:

Festas privadas de réveillon vão exigir comprovante de vacina em Maceió

Segundo o boletim, Alagoas apresenta melhora nos indicadores da Covid-19, mas "a pandemia existe e deve ser considerada". No dia 26 de novembro, usado como base para o documento, o estado só tinha 51,4% de sua população vacinada contra Covid com duas doses. A média era de 2 mortes e 42,5 casos por dia. E a taxa de ocupação de leitos estava em 20%.

Os pesquisadores alertam que mesmo com 37 infectadas por 100 mil habitantes e 80% de vacinados com a 2ª dose, a Europa não tem condições suficientes para reaberturas irrestritas.

De acordo com o documento, o Brasil tem 62 mil infectantes para cada 100 mil habitantes e Alagoas tem 18 mil para cada 100 mi habitantes, mas pouco mais de 50% vacinados com duas doses.

Alagoas - Situação atual e projeções numéricas avaliadas em 26/11/2021

Indicadores de riscos pandêmico e epidêmico de moderado a baixo

Curvaturas de Ricci indicando alto risco

Ocupação de UTIs é de 20% e com estabilização da demanda de quantidade de leitos total

Cobertura vacinal em 51,4% com 2 ª dose.

Óbitos abaixo de uma dezena/dia (Média-Móvel de 7 dias em 2,01 óbitos/dia)

Casos em dezenas/dia (Média-Móvel - 7 dias - em 42,57 casos/dia)

O documento também alerta para a taxa de transmissão (Rt) do coronavírus, que estava em 1,15, mas esse indicador caiu para 0,81 na última semana.

VÍDEO: capitais cancelam festas, eventos e shows de réveillon

Réveillon: festa continua confirmada no RJ; 17 capitais cancelaram festas, eventos ou shows

Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL

Veja mais notícias da região no g1 AL
Comunicar erro
LOTERIA MARAGOGI
Portal de Japaratinga

Comentários

Personalizados
Portal de Japaratinga